quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

P/ meus amigos...


É.. Faltando1 dia para acabar o ano e eu vou deixar alguns agradecimentos...
O ano de 2010 foi sem sombra de dúvidas, um ano, cheio de situações amadurecedoras e surpreendentes, cheio de experiências MESMO! Quando eu penso em quem agradecer, logo me vem Deus e a família.
Minha família, essa sem dúvida é a melhor, mesmo com as mínimas brigas a gente se dá bem demais! Obg. Mesmo, principalmente por esse ano!Tenho que agradecer também á minha segunda família né? .Os meus AMIGOS. Com eles passei quase todos os momentos..,risadas,festas, situações e até choramos..
O ano de 2010 deu uma reviravolta na minha vida. E cada um que desse ano fez parte, contribuíram demais para essa mudança!
Então vamos lá:
kenia e keila: Minhas irmãs!Cada briga, cada conselho ou cada defesa, é nossa, estão e vão ficar guardadas!
Mãe e pai: nem precisa né? MEU TUDO! Vcs sim são a minha vida!
FAMILIAA: TODOS. Sem vcs eu nada seria!
Florzinhaaa (Camila): Já viro companheiraa de sueca!
João: Zâmiga é a nossa amizade, foi a nossa cerveja, foi as nossas musicas,basta a gente saber que quando a gnt morrer vai tocar Beirut,neh?!, e eu amo vc!
Mayne: É o que dizer hein?sao anos e anos de amizades.Falar que eu aprendi com vc seria muito obvio! Agradecer? Eu nem sei se eu devia! Mais valeu, foi quem me ensinou que perder tbm faz parte, e que tudo tem varias versões, mais uma única verdade! Que estar sempre por perto, num quer dizer que devemos ta sempre juntos! Que devemos sempre guardar o que foi bom!“Que a vida é uma mentira, e eu acredito no que eu quiser”! E eu aprendi á acreditar no melhor pra mim! Talvez seja ainda assim. “Sempre por perto”.!
Hígor:Meu cabeleireiro e maquiador preferidoo vc num sabe o quanto foi e é bom ter pessoas que nem vc do meu lado, Desculpa as vezes pela falta ou excesso de stress e “companheirismo”,mais vc não imagina o quanto eu te amo.. Obg. Sempre meu Magrelo mais Sexy do Mundo!
Alexandre (tchuko):O que dizer hein? Eu não sei, não entendo e acho que eu nunca vou entender o pq da ligação ser tão grande, eu admiro demais vc,e eu não sei como explicar, mais sabe quando a pessoa faz diferença pra vc? Então eu to aqui pra agradecer a sua diferença!Pode contar cmg sempre!!;)
Sara: Ques papos hein? Cabeças ou não! aulas chatas, visitas, conselhos, escutas e mais escutas.. obrigada de verdade, vc sabe do seu valor pra mim!
West: Obg. Pelas conversas e deixar eu compartilhar momentos bons ou ate mesmo ruins com vc!
Marco,Pryscilla: Tão comigo sempre,infelizmente me aturam durante a semana todaa, amo mesmo vcs!
Luana: Bom,eu acho que a fase não é muito boa pra eu agradecer ne? Mais apesar de tudo e qualquer coisa eu não deixaria nunca de citar aqui os meus agradecimentos, a gente vacila, eu, vc, todo mundo, e não cabe á ninguém julgar isso..saiba só que mesmo que vc nunca acredite nisso, de todo esse ano a melhor pessoa que eu soube conviver,foi vc!
Marcos Paulo: Bom, eu não sei bem o que dizer á vc,mais sei que posso te agradecer e muito por me ouvir qndo eu mais precisei nos momentos que não consegui levantar a cabeça sozinha,e lógico sem suas cantadas todo dia não sou nada. Obg.!Seu lindo!!!=]
Guu: Eu te amo! E eu odeio essa sua cisma de conquistar as pessoas e depois aparecer só em alguns fds, sinto a sua falta!
Se eu for falar de todos vou acabar me perdendo,então qualquer pessoa que tenha feito um mínimo de parte se considerem também importantes demais pra mim, pq são as mínimas coisas que me engrandece! Aos que ajudaram tbm.. mesmo que não positivamente aqui vai o meu maior agradecimento, talvez o maior deles,é isso que mais me faz crescer! Pq são pessoas assim que me fazem ver os meus principais erros, pq se não decepcionassem tanto, poderiam estar comigo tbm! E eu agradeço por terem me ensinado e não permanecido! No mais..Obg. Mesmo por terem me proporcionado tanta alegria esse ano, pelo muito que cada um me ensinou..Tudo vai ficar comigo!
 


Feliz 2011 Meus Minks...


Ps.minha ultima postagem no ano de 2010 as 00:05hrs.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Leve a vida simplismente...

Não adianta ficar esquentando a cabeça demais. Corra atrás do que você quer. Se não deu certo, é porque não era pra dar. Acredite se quiser, é tudo sistematicamente programado, e não adianta ir contra, você vai quebrar a cara.
Relaxa, deixa que a vida siga seu curso, como faz o rio. As águas passam, desembocam no mar. Quer coisa melhor? E o mar leva embora tudo o que há de ruim.
'Leve com você só o que foi bom, ódio e rancor não dão em nada, nada.' como diz uma música.

Tá difícil? Eu que o diga. Sei que não é fácil, mas aguente. Com certeza a recompensa vale a pena. Pra que ir até o fim do arco íris, se você não vai pegar o pote de ouro? Interprete como quiser, não teria graça se você apenas concordasse comigo.

Acha justo? Ótimo. Não acha? Bata o pé. Você faz quem é, e ninguém mais. Ninguém pode fazer por você o que deve ser feito. E tudo se torna muito mais fácil, just believe in yourself.

Simples, e mais nada. 20:18hrs

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

...


Sinto-me tão mal hoje... sei exatamente o porquê, só sei que estou me sentindo profundamente triste... Estou me sentindo cansada da minha vida, dos meus erros, dos meus planos que nunca dão certo, das minhas expectativas que terminam sempre em frustrações... Queria sumir do mundo, queria ir para um lugar onde ninguém me conhecesse e eu pudesse começar uma nova vida, com novas pessoas, com novos sonhos e esperanças... Queria voltar a ser feliz, tendo alguém ao meu lado.. Não quero mais a vida que eu levo, onde tudo e todos só sabem me criticar e me julgar... Não quero mais!!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Nostalgia

Se meus olhos fechassem, se a dor passasse e se a nostalgia sumisse tudo estaria bem. Se aquela angústia dentro de mim fosse apenas um incômodo breve seria mais fácil. Mas me prendia no que passou e no que eu poderia ter dito. Acordar cedo parecia combinar totalmente com aquela quarta-feira. Ou quinta. Que dia era? Merda, segunda. Apenas debrucei sobre a mesa da cozinha e dormi mais. Queria nunca mais acordar, ficar ali para sempre. Só que tinha prometido pra mim mesma que iria esquecer o que passou e continuar. Como se fosse fácil. 
Sentia algo estranho entre meu estômago e meu coração. Inquieto e insistente. Talvez fosse o excesso de remédios que tomei duma vez. Ficaria feliz se morresse de overdose naquele momento. Minhas pernas tremiam, mas queria erguer meu corpo e sair por aí sem destino –  minha vida sempre fui assim, eu sou um pedaço de nada sem destino.
Ela nunca foi minha melhor amiga. Ela nunca foi nada. Nem ela nem ele. As lembranças não temiam em invadir meus pensamentos e lá estava eu quebrando minha recente promessa: eu sabia que nunca a cumpriria. Tantas coisas mal esclarecidas foram deixadas para trás sem qualquer conclusão. Sem adeus ou qualquer palavrão que fosse. De repente estava ali sozinha esperando pelo nada sem destino. Eu precisava parar de chorar.
Abri a porta e me guiei por um perfume que eu amava. Estava por todas as partes. Olá Nostalgia. Só então percebi que o cheiro e as lembranças ainda estavam impregnados. Eu precisava esquecer, mas as lembranças já era parte de mim literalmente. Talvez o cheiro de flores e terra molhada ajudasse. 
Deitei-me ali e esperei ser bombardeada por minhas memórias. Minha promessa não importava mais. Nada importava e eu não sabia o que fazer – de novo. Se eu precisava de alguma coisa naquele momento era mudar. Ou talvez resolver algumas coisas. Os dois. Mudar a mim mesma – e isso não significava apenas cortar meu cabelo ou fazer uma tatuagem– e botar para fora todas aquelas palavras que me sufocavam. Dizer o que queria e complicar mais ainda a situação já que não tinha mais volta. E eu o faria naquele momento mesmo em que o cheiro dele ainda entrava para os meus pulmões e me fazia lembrar-se de seu sorriso pela primeira vez.
Comecei a caminhar meio sem rumo, indecisa. Não sabia se conseguiria. Faltaria coragem e ficaria parada na porta de sua casa e depois correria de volta para meu trabalho arrependida. (Bipolar). Um carro naquela hora seria ótimo. Mas eu tinha pernas – era isso o que meu amigo diziae de repente surgi..
_ Olá senhorita, quer uma carona? – eu deveria olhar para a direção em que vinha aquela voz? Sim, eu deveria.
O amigo sorriu como se me conhecesse há anos mais na verdade me conhecia. Eu sorri de volta ofuscada – ele era absurdamente o meu amigo. Eu poderia aceitar e entrar. Mas algo me prendia ali, algo que eu precisava terminar. Só não sabia o que era. Mas não importava mais, não é mesmo? Quando vi, o vento já tocava meu rosto e já estava correndo sem destino para lugar nenhum. Só que desta vez muito bem acompanhada, acompanhada com essa vida de indecisões que quis escolher os caminhos,não muito feliz e todo mundo a minha volta esta sabendo disso,mas de uma forma ou de outra tenho que levar ela assim desse jeito,correndo dela que tanto me vejo apavorada.. Minha história só começa aqui que estou vendo,dificil mais indo assim mesma,vendo meus passos sendo guiados por mim e sabendo que esta tudo errado.
Editado num domingo agradável ate certo ponto alias,dependendo do que esses certos pontos significam as 22:57hrs.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Fear

Afinal, quem somos nós? Você sabe exatamente quem é você? Eu sei ao exato quem s eu sou? Não, eu não sei.
Hoje, visitando e analisando perfis aleatórios, me deparei questionando como as pessoas se definem com tanta certeza em apenas algumas frases e ponto final. Será que nossa personalidade cabe mesmo em algumas poucas linhas?
Após acordar desse questionamento, eu tentei formar um texto que descrevesse a mim, e confesso, não consegui.
Foi-se o tempo em que eu conseguia me limitar a algumas palavras.
As mudanças pelas quais eu atravesso todos os meus dias, horas e até minutos, não me deixam - nesse momento - formar um parágrafo descritivo sobre mim.
Descobri ser inconstante, muito inconstante.
Posso ser aquela alegre, sorridente, que passou ao teu lado na esquina anterior; e mais à frente, ser aquela desanimada pelas dúvidas da vida, na próxima esquina.
Posso ser aquela que move montanhas para ajudar à todos de manhã; e à tarde, me sentir cansada por não receber nada em troca.
Posso ser isso, aquilo e muito mais.
Conversando com alguém sobre minha personalidade, ouvi dizer que sou uma pessoa cheia de "faces". (Como complemento, disse-me que foi no bom sentido. Várias faces = várias formas.)
Aquela durona, cheia da fortaleza, que se sensibiliza com pequenos detalhes.
Aquela realista, objetiva, centrada, que vive planejando sonhos.
E realmente, eu não pude deixar de concordar.
Sou um tanto intensa. Gosto de extremos.
Vivo minha realidade dentro do sonho que eu própria crio, da minha própria forma, equilibrando meus defeitos, a partir das minhas qualidades.
Mas como pode agradar a todos,é complicado dizer isso,não é mesmo?!


Fica a dica: A gravação do meu celular informa:meus neurônios estão fora da área de cobertura ou desligados.


22:02hs

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Thumbing My Way

"I have not been home since you left long ago
i'm thumbing my way back to heaven
counting steps, walking backwards on the road
i'm counting my way back to heaven
i can't be free with what's locked inside of me
if there was a key, you took it in your hand
there's no wrong or right, but i'm sure there's good and bad
the questions linger overhead
no matter how cold the winter, there's a springtime ahead
i'm thumbing my way back to heaven
i wish that i could hold you
thinking 'bout heaven
i let go of a rope, thinking that's what held me back
and in time i've realized, it's now wrapped around my neck
i can't see what's next, from this lonely overpass
hang my head and count my steps, as another car goes past
all the rusted signs we ignore throughout our lives
choosing the shiny ones instead
i turned my back, now there's no turning back."



Pearl Jam

22:00hrs p.s:acho que não preciso comentar não é mesmo?!=]

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010