domingo, 31 de outubro de 2010

Eu não me entendo!!

Muitas vezes tenho vontade de sumir de vez, uma coisa que passa na mente, não falo mais em sumi desse mundo, mas em se afastar deste mundo, que ao mesmo tempo em que nos traz paz, também traz algum tipo de sofrimento, sofrer pelas pessoas, sofrer pelos problemas, por mais que nos desculpemos com alguém por alguma coisa que fizemos, as coisas mudam entre você e essa pessoa, talvez ela mesma queira isso, e mesmo implorando desculpas, não conseguimos agradar como queríamos, se nada disso adianta o que se fazer? Fugir? Sumir? Possibilidades que são descartadas ou não, mas que passam pela nossa cabeça, nossa será que alguém entende alguma coisa do que eu disse?
Acho que nunca vou conseguir respostas para minhas perguntas, as vezes nem eu me entendo, tento apenas pegar lá do começo e imaginar o que deu errado, e chega a doer quando as lembranças que foram dias muito bons, acabam sendo coisas simples, seu espaço e sua idéia daquilo que já foi uma fonte de ajuda, um ombro, se dissipam e tudo vira cinzas, pode ser um erro falar assim, mas não encontro outros adjetivos pra descrever o desmoronamento. Lutar é algo que não vale a pena, sofrer menos ainda, e brigar tampouco, a única coisa a se fazer é sentar e assistir a tudo em silêncio e deixar que a sorte decida por tudo, não é bom pra ninguém sentir que é humilhante, ou que está exagerando sem grande retorno, o melhor de tudo é o silêncio, mesmo assim dói mas, se aprende não? É como dizer que só você esperou demais e que no final quem perdeu demais foi você mesmo.
Eu não encontro nem um caminho onde possa andar, não posso nem sequer sonhar, mas ainda tenho esperanças q logo vai passar, e com o tempo só será uma lembrança, eu esquecerei como um sonho, que vai embora assim como vento. É só um sentimento que algum dia se vai, porque tudo tem um momento e também um final não é mesmo? Acho que não existe nada eterno e que um dia terá que acabar, e se nada me matou até agora, sei que com o tempo vai passar. Estamos todos voltados ao que a sorte, e a vida nos determinar, e ao que Deus decidir, assim será ou assim é.






Mesmo quando eu não mais estiver,lembre que me ouviu dizer o quanto eu importei e senti..

23:02hrs

Por que...

Pois é amigo ,
veja bem aonde a gente foi parar...

O afeto que eu sinto por você
não me deixa saber o que acontece
Que você insiste em achar
que sabe, onde eu erro ou acerto

Tudo bem que você ajudou a suicidar
um dos meus maiores amores...
os tantos outros, não
pois desconfiam de você

é bom acreditar mais no amor,
na verdade entre os gostos,
nas coisas boas da vida,
e do prazer de momentos sozinhos.....

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

No sofá da sala


Estranho, o gato subiu no sofá da sala, enquanto eu, sentada, com um caderno e uma caneta de tinta preta, procurava palavras insólitas, dissolvidas em pensamento, e que teimavam em escapar da minha mente. Repetia duas ou três vezes a mesma frase, senti um arrepio, quando olhei, o gato olhava pra mim. 
Sei lá, mas acho que são esses dias quentes, que me deixaram ingrata com as palavras, me fazendo dar voltas e voltas, estando eu, no mesmo lugar.

No sofá.

Sentada.

Calada.




Keity Renata


Era pra ter sido postado dia 27,mas por falta de tempo,nao deu...
00:36

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Nós somos únicos

Nós somos únicos com nós mesmos
Nós não nos importamos com mais ninguém
Bem, isso não será errado até nossos dias de sol pararem
É real, nós somos únicos
Você sabe que é verdade.
 
 
 
 
 
 

domingo, 24 de outubro de 2010

It's My Life






"....This ain't a song for the broken-hearted
No silent prayer for faith-departed
I ain't gonna be just a face in the crowd
You're gonna hear my voice
When I shout it out loud...."
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
22:12

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Without you (So Long)

It's been so long
since I've seen you.
And I miss your smile
and I miss your face,
'cause you haven't been around my place.
It's been so long
since I've seen you.
And I miss the smell of skin and your hair,
and the way you genuinely care
about me.
And I don't want these feelings to change.
I want our love to always remain, because
without you,
I wouldn't be the same.
Without you...
And I can't explain
How I feel inside,
Every time I try to tell you
My words always fall short,
But showin' you what you mean
to me.
And I can't explain
how I feel inside;
the way you mesmerize me,
and how you hypnotize me,
with your eyes.
With your eyes.
And I don't want these feelings to change.
I want our love to always remain, because
without you,
I wouldn't be the same.
So don't ever run away.
Here beside me is where you'll stay, because
without you,
I could not remain.
Without you...                                              

learning to see

Van Halen-Learning to see
 
 
 
 
"Lendo a escritura
Direto do evangelho
Nunca entendendo o que eles dizem....."

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Então vai..


A cada dia agradeço
Pela vida que levo
E se bate a agonia
Viro as costas desprezo
Olha quanta coisa você tem
Olha quanta gente te quer bem
Mesmo com tantos motivos na vida
Pra se orgulhar
Sempre te falta um pedaço
Uma coisa pra se buscar
Então vai
Mas não se esqueça do que você tem
Não se esqueça que eu te quero bem também



Keity Renata





10:56hrs

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Fases

Se o medo e a cobrança,tiram minha esperança
tento me lembrar de tudo que vivi,e o que tem por dentro, ninguém pode roubar;Descanso agora, pois os dias ruins todo mundo tem já jurei pra mim não desanimar e não ter mais pressa pois sei que o mundo vai girar,eu espero a minha vez.E eu não to aqui pra dizer o que é certo e errado acho que ninguém tá aqui pra viver em vão,então é pra valer à pena, ou melhor não,não nem sei mais..                                      Nós temos tempo para errar tempo de sobra pra perder e ganhar apenas mais uma fase e com o tempo,o tempo volta ao normal e põe tudo em seu lugar...                                                                                         aaah enfim                                                                                                                                                 

 Ohhh e eu estou... esperando até que o brilho se apague estou cercado por todo esse pavimento acho que vou circular enquanto espero meus medos secarem!!                                                                                                                                                                           Isso não é um momentinho bobo parece que não consigo segurá-la como quero,um momento como este algumas pessoas esperam a vida inteira por um momento assim e que no final as vezes nem sempre da certo.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Passa...


vez enquando a gente fica triste,neh?!
ou pior ainda,
sem saber sequer se está mesmo triste se você quer simplesmente a pessoa de volta.
Mas eu sei que isso passa,não sei quando,mais passa...
Que se está sendo assim é porque deve ser assim, e virá outro ciclo, depois.
Enquanto isso eu vou olhar os caminhos, o que tiver mais coração eu sigo.
Porque fé, quando não se tem, se inventa.
Mas isso…
Isso também passa!




Obs:Mais faz muita falta.

Porque pessoas se arrependem?!

 sempre que houver alternativas tenha cuidado,não opte pelo conveniente,pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso,opte por aquilo que faz o seu coração vibrar,opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as conseqüências,mais ta bom agora nao havera como voltar atras
Farei o possível para não amar demais as pessoas agora, sobretudo por causa das pessoas.Às vezes o amor que se dá pesa quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe.Eu tenho essa tendência geral para exagerar,e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo.
 
 
  unfortunately without you 22:29hrs

 

 

Triste época

...Ando de um lado pra outro, dentro de mim, as mãos abandonadas, pronta pra inventar uma tragédia russa, pronta pra criar um motivo que me acorde... horrível. Estou tão vaga, tinha vontade de fazer um embrulho de mim... 










Clarice Lispector

domingo, 17 de outubro de 2010

Los

"Eu encontrei quando não quis
Mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer
Antes um mês e eu já não sei


E até quem me vê lendo o jornal
Na fila do pão, sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá que é tarde demais
Que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe, pequena


Ah vai!
Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
Afim de te acompanhar
E se o caso for de ir à praia eu levo essa casa numa sacola..."










Infelizmente,não to conseguindo postar alguma coisa útil aqui... 15:35hr

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Nada nessa vida é por acaso!FATO!!!

Chico Xavier costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: Isso tambem passa! Então perguntaram a ele o porquê disso, ele disse que era para que quando estivesse passando por momentos ruins, se lembrar de que eles iriam embora, que iriam passar, e que ele estava vivendo isso por algum motivo. Mas essa placa também era para lembrá-lo de que quando estivesse muito feliz, não deveria deixar tudo para trás e se deixar levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis viriam novamente. É exatamente disso que a vida é feita, momentos. Momentos que temos que passar, sendo bons ou não, para o nosso próprio aprendizado. Nunca esquecendo do mais importante: nada nessa vida é por acaso.








 22:22hs

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Aos importantes...

Gostaria que cada pessoa que me foi importante soubesse a forma que a tenho comigo, soubesse a forma do sentimento, respeito, admiração, aprendizado. Soubesse o tamanho da marca que cada um deles teve mas que por muitas vezes não consigo demonstrar como gostaria. Não porque não o queira fazer, muitas vezes, quando me lembro de alguma passagem da minha vida penso na hora o quanto gostaria de compartilhar minha lembrança com esse alguém, saber se ele se lembra de como foi, e dizer que aquele momento, mesmo que tenha sido tão breve, guardo pra sempre em minhas memórias, entre tantos outros que foram decisivos para quem hoje sou.
Queria que eles soubessem que estão nas histórias que conto, que se refletem em atitudes que tenho, em pensamentos, em sentimentos, e de alguns detalhes que eles podem nem se lembrar, que talvez eles nunca saibam que aquele momento me marcou para uma vida. O quanto é bom e importante tudo isso.
Não falo apenas das coisa boas, também lembro daqueles me deram problemas, que me criam barreiras e por vezes tentaram me prejudicar, e como hoje consigo rir de situações tão inusitadas que ao contrário de me prejudicar, me ajudaram a crescer, contribuíram me fazendo pensar em soluções, em lições do lado difícil da vida, onde tive que aprender a intensidade da palavra confiança, e entender que desconfiança não é sinal de desrespeito, mas sim de autodefesa.
Assim, com o tempo tive a certeza de que não importa o que se faça na vida, tudo volta para você ao seu tempo, de alguma forma, como os inúmeros pedidos de desculpas que deixei de fazer, que caráter é fundamental para se viver em paz consigo mesmo, e que amigos são fundamentais para determinar isso.
É ironicamente engraçado ver que me uso de exemplos tão cretinos para exemplificar a amigos situações, mostrando que até mesmo as pessoas mais cretinas tem um papel importante na vida, exemplificando o lado podre das pessoas, mostrando que no final raiva e o ódio podem ser substituídos por pena em várias situações. Mas isso tudo é possível por tantas outras boas histórias, muitas delas surpreendentes que me mostraram o valor que as pessoas podem ter e como várias vezes não devemos nos deixar levar pelo que parece ser, que bondade, honestidade, amor, amizade podem vir de onde não imaginamos. Quantos momentos me surpreenderam e me fizeram refletir na minha maneira de ver a vida, principalmente de saber viver a vida.
Mas no final as recordações boas superam as ruins, que toda boa histórias acaba em boas risadas, como isso tudo faz tão bem, e ainda se lembrar de momentos tão distantes surpreendendo-se por ainda ter essas recordações.
Bom seria mesmo se eu pudesse falar isso a todos que se fizeram importantes, juntando os momentos incríveis, mesmo aqueles que passaram tão brevemente e mesmo assim deixaram grandes marcas. Dizer àqueles que podem hoje pensar que estão distantes ou esquecidos, mas não fazem ideia do tamanho de sua importância, mesmo aqueles que ainda perto pareçam hoje distantes, e não tem a certeza do quanto eu os considero, e muito daqueles que hoje estão sempre por perto e presentes, mesmo esses não devem saber ao certo como eu os necessito e como sou grata por todos nossos bons e maus momentos.
Mas falar seria apenas uma maneira de informá-los, pois palavras não seriam suficientes para demonstrar o todo, e definir acabaria limitando tamanha importância. Prefiro então assim, como há de ser, como sempre foi, no meu jeito de agradecer, vivêndo-os.


By Keity Renata Batista

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Tímido

"Ser um tímido notório é uma contradição. O tímido tem horror a ser notado, quanto mais a ser notório. Se ficou notório por ser tímido, então tem que se explicar. Afinal, que retumbante timidez é essa, que atrai tanta atenção?
Se ficou notório apesar de ser tímido, talvez estivesse se enganando junto com os outros e sua timidez seja apenas um estratagema para ser notado. Tão secreto que nem ele sabe. É como no paradoxo psicanalítico, só alguém que se acha muito superior procura o analista para tratar um complexo de inferioridade, porque só ele acha que se sentir inferior é doença.                                                              Todo mundo é tímido, os que parecem mais tímidos são apenas os mais salientes. Defendo a tese de que ninguém é mais tímido do que o extrovertido. O extrovertido faz questão de chamar atenção para sua extroversão, assim ninguém descobre sua timidez.                                                                                                                                                        Já no notoriamente tímido a timidez que usa para disfarçar sua extroversão tem o tamanho de um carro alegórico. Daqueles que sempre quebram na concentração. Segundo minha tese, dentro de cada Elke Maravilha existe um tímido tentando se esconder e dentro de cada tímido existe um exibido gritando "Não me olhem! Não me olhem!" só para chamar a atenção.
O tímido nunca tem a menor dúvida de que, quando entra numa sala, todas as atenções se voltam para ele e para sua timidez espetacular. Se cochicham, é sobre ele. Se riem, é dele. Mentalmente, o tímido nunca entra num lugar. Explode no lugar, mesmo que chegue com a maciez estudada de uma noviça. Para o tímido, não apenas todo mundo mas o próprio destino não pensa em outra coisa a não ser nele e no que pode fazer para embaraçá-lo.                                                                                                                                                                        O tímido vive acossado pela catástrofe possível. Vai tropeçar e cair e levar junto a anfitriã. Vai ser acusado do que não fez, vai descobrir que estava com a barguia aberta o tempo todo.
E tem certeza de que cedo ou tarde vai acontecer o que o tímido mais teme, o que tira o seu sono e apavora os seus dias:

alguém vai lhe passar a palavra."
[Luiz Fernando Veríssimo]




p.s:Sem resenhas hoje,10:33hs,

domingo, 10 de outubro de 2010

Mais que a keity Renata...

Eu me acho uma pessoa até com sorte, pois quando eu tenho alguma dúvida ou insegurança sempre recebo um sinal para direcionar meu caminho, e eu já desisti de tentar explicar isso com "racionalidade" então numa madrugada de angústia recebi um recado que me deu uma força muito grande, palavras que eu não esperava escutar de quem escutei, e isso me incentivou a acreditar em mim. Por mais que outras pessoas me falam isso, sabe quando algo palavras tocam muito mais profundamente do que a gente espera e traz a tona uma força inimaginável, foi bem assim essa noite, só chorei um pouco,ta legal chorei muito,acho que o choro foi só um motivo pra desabafar jogar tudo pra fora,tudo que tava preso dentro de mim que não suportava mais...
Qual o lado ruim disso? Situações chatas essas coisas... na verdade nem lembro ao certo o que eu respondi direito ontem o álcool atrapalho um pouco, sei que não tem muito lado ruim não, mas existe algo que é ruim para todos e tem reflexo pra mim também para um julgamento.
Depois de pensar um pouco melhor vi que ainda muitas vezes esbarro com esse problema na minha vida e na de muitas pessoas, como julgamos alguém e porque o fazemos isso.
Às vezes alguém pensa que você é a melhor pessoa do mudo, e você não é, como pode pensar que seja a pior de todas elas, e não o é também mas se preocupar com isso é um grande desgaste. A personagem “Drª. keity" é sempre julgada e eu acho isso muito legal, gostam, não gostam, opinião, agridem, ajuda, incentivam, ou nem ligam, assim como na vida julgamos muitas pessoas ao nosso redor, eu tô julgando pessoas o tempo todo, atitudes, palavras, ações, até mesmo as pessoas que eu não julgava importantes só pelo fato de ter meu tempo de pensamento sobre elas as tornam importantes e temos que acabar aceitando isso, pois quem é às vezes não é claramente o que as pessoas interpretam, e para as outras pessoas somos suas interpretações.
E depois de tudo o que aconteceu essa semana,pra começa não divia não ter existido,so uma dose de cerveja e jogar a conversa fora com os amigos,pra tentar esquecer um pouco dessa vida de adulto de merda que não agüento mais essa tal de responsabilidades.

E hoje eu tenho certeza, que a minha felicidade só depende de mim mesma.





Postado num domingo que deveria ser chamado de tedio..15:35hs


sábado, 9 de outubro de 2010

Um certo tedio no sabado


Tempo..
Há momentos em que não há nada a se fazer, e resta o esperar... Não entendo as questões do tempo, mas não duvido do seu poder. Ainda não sei se é o tempo que muda as pessoas ou as pessoas que mudam ao passar do tempo.                                             
Não importa quanto tempo passe e algumas coisas pareçam iguais, elas não são, elas apenas parecem, assim como quando parece que o tempo não passa, mas o tempo já passou.O tempo é relativo, depende de como dependemos dele.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Ta mais quem falou?!


Ta,mais quem falou?

É muito fácil quando se descobre que alguém falou mal de você ficar com raiva e já pensar em uma maneira de "dar o troco" ou "tirar a história a limpo", criando um sentimento de vingança e indignação estando de cabeça quente.
Difícil é conseguir pensar como é a pessoa que falou, como é a vida dela, quais os valores dela, porque ela disse o que disse, quais as razões dela em se preocupar com algo da vida alheia e quem de fato são os tipos de pessoas que levam a sério o que ela fala.
Na maioria das vezes, quando se pára para pensar num troço desses, dá vontade é de chorar de pena, dá vontade de sentar com a pessoa e conversar.

Dizer a ela que a vida é muito, mas muito mais do que isso.


11:34hs


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Música

Meio Fio-Rita Lee

"Mas sigo meu destino
num yellow submarino
Acendo a luz que me conduz
E os deuses me convidam
Para dançar no meio fio
Entre o que tenho e o que tenho que perder
Pois se sou só
É só flutuando no vazio
Vou dando voz ao ar que recebe"




quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Carência


E eu vivo no mundo de ilusões, sim eu vivo e até gosto. Não sei como começei a escrever isso aqui. Coisas me irritam e preciso de verdade, de forma que sei que não importa o que se fala, muitos continuam a desembestar por aí. Adoro romantismo não minto, mas não esses melodramas baratos que vejo aos montes. Esses apegos superficiais, essas palavras trocadas de todas as maneiras sem impregnar elas com sentimento com profundidade. Essa carência não saciada à espera de qualquer gesto ou palavra vazia.As vezes e tenso de  ficar so na carencia sem um abraço de uma pessoa que vc quer muito mais da pra aguenta é dificil mais dá.Gosto de sentir uma fome ainda não saciada, embora a cada dia queira sentir menos, mas é fome, não de carência e sim de mais vida. Quero reciprocidade em gestos, olhares, palavras, cuidados, ciúmes, coisas de filme, porque não? Aliás, filmes são ilusões, a vida em si é uma grande ilusão, um circo, ao menos divertido. E nós palhaços, com facetas diferentes caindo no riso e no choro, mas sempre com aquela pitada de alegria e entusiasmo que disperta qualquer tristeza que aparece.E eu como uma boa palhaça que sou, quero a gargalhada estupenda que um palhaço pode dar, marcando a cara com expressões e causando o riso da multidão. Mas, quero e como quero aquele riso sincero que faz chorar. Aquela palavra que sai de dentro e é como um sussurro quente, um aconchego. Quero e não me privo de querer. Tudo isso vem de dentro e não de fora. Tudo isso é sopro de vida, é sonho. Tudo isso é o que torna a grande ilusão da vida uma vida mais real, pelo menos o que acho,ou to achando no momento,ah quer saber posso esta escrevendo coisas desnecessárias aqui,melhor fiz algo desnecessário..bom pensando bem não,precisava de algo pra desabafar,mesmo que não tenha seguidores e comentários aqui,não vou sofrer um ataque de nervos se eu não tiver nada no dia seguinte...E irei passar por aqui nem que seja pra escrever um foda-se (tipo no twitter) pra marcar presença....
 Keity Renata às 23:09

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Besteira?Pode ser..

Por que estou de novo com essa vontade babaca de olhar pra você? Se você merecesse tudo isso que se instalou em mim... Poderia dividir com você. Mas, vou carregando isso tudo só. Uma longa caminhada. Eu gosto de caminhadas, mas essa se tornou enfadonha. Tive uma ideia agora! Vou jogar isso que carrego. Simples não? Por que não pensei nisso antes? Encontro-me com um peso brutal, massacraste. E lanço-o abismo abaixo. E fico rindo vendo tudo aquilo sem estrasalhar. Gargalho, sem parar... As pessoas passam e sorriem pra mim ou riem do meu desespero, vai saber... Nem quero. Tô sem peso agora. To leve. To bem. To feliz. To rindo até do que escrevi.
Ando precisando de diversão. Precisando sair um pouco de mim, não estou tão divertida ultimamente. Nem me divertindo também. O que é óbvio, já falei no começo. Não sei mais o que escrever. Estou sem vontade de desabafar. Preciso ouvir um grito pra gritar também. Preciso ouvir coisas bonitas para dizer também. Embora diga sem cobrar nada em troca, como todo mundo. E na verdade sempre cobramos, porque somos carentes. É isso. Todo mundo é carente. Não existe esse fulano nem cicrano que esteja imune a algo tão torturante. Mas, aprendi que não se deve alimentar a carência. Dê apenas o café matinal e deixe ela ir morrendo aos poucos com fome de amor ou de algo que não vou saber o que é. Nem ela sabe. Ninguém sabe. Apenas alimentamos-a como a uma criança em fase de desenvolvimento. E deixá-la penar, é algo senão louvável pelo menos é uma forma de manter-nos mais sóbrios. Mais falsos. Por que todo mundo é carente. Faz parte de ser gente. E eu não quero mais ser gente,cansei dessa vida adulta,onde todo mundo machuca todo mundo as pessoas deveriam ter amor ou um dispositivo embutido que fizesse com que elas se importassem com os sentimentos das pessoas.E eu acho realmente que elas tem. Mas, não usam.

Numa triste época 22:29hrs