quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Meio de fuga.



Minha vida é confusa
Minha felicidade diária
Ainda é confusa.
Meus sorrisos que eu dou
São confundidos
Mas eu não quero fingir
Que eu estou feliz quando não estou.
Os sorrisos estão dormentes para mim
As gargalhadas estão dormentes
Os objetivos são perdidos para sempre.
 

°
 22:00hrs 
Quando pensamos que ninguém nos vê,somos nos que não vemos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário