domingo, 28 de novembro de 2010

Não é como nos livros.


Vivemos em um mundo estúpido e confuso. É como viver na escuridão tentando acertar o caminho sem enxergar. Ninguem tem as respostas pra tudo, mas todos continuam tentando. A unica coisa que sei, é que ninguem jamais sai ileso. Dizem que um raio normalmente não cai duas vezes no mesmo lugar. Sendo assim, per suarmos que seja uma coisa pra vida toda. E mesmo que pareça que o choque vem de novo e de novo, eventualmente a dor vai ir embora, o choque vai se dissipar. E você começa a se curar. A se recuperar de algo que nunca previu.Uma amiga bêbada uma vez me disse "você tem 5 minutos para mergulhar na tristeza profunda, aproveite, desfrute, descarte e siga em frente." Acho que só hoje entendo o que essa frase significa. Algumas coisas eu não posso entender, então deixo como estão. Já faz algum tempo que deixei de acreditar em justiça divina, salvação ou no melhor das pessoas, porque nada é como deveria ser. Não que eu não tenha fè, continuo acreditando que milagres as vezes podem acontecer, mas pra mim, se tratando desse mundo você pode me dizer que deposita toda sua fé em Deus para passar pelo dia, mas quando chega a hora de atravessar a rua, sei que olha para os dois lados. - Até chegar o dia em que tentamos ter demais vendendo fácil o que não tinha preço. Eu sei é tudo sem sentido, mas queria ter alguém com quem conversar, alguém que depois não use o que eu disse contra mim. Nada mais vai me ferir. É que eu já me acostumei com a estrada errada e com a minha própria lei (infelizmente).





p.s:a muito tempo querendo postar esse texto,porem sem tempo ate pra postar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário