quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Passado-Futuro


Peguei-me pensando naquilo que passou. Imagino o futuro e não deixo de, ao invés de inventá-lo, assemelhá-lo ao passado e desejar que seja parecido. Ao mesmo tempo em que não consigo enxergar algo positivo em certas coisas, não consigo ver erro em outras.
Não consigo deixar para trás aquilo que me faz bem, e estou sempre movendo a peça para a minha frente, procurando continuar tê-la em meu caminho.
A cada dia enfrento algo novo e gosto de pensar que não deixo nada para trás, mesmo que esteja deixando. Afastar-se de “alguém” não significa jogar a peça fora, simplesmente significa que não estou mexendo nela. Porém, não estou deixando para trás, porque tudo que passamos faz parte do meu futuro e me ajudou a construir essa bela pintura que é a minha vida com vários erros e acertos.
É como um ser fermento biológico, formado por tantas e tantas moléculas. Meu ser psicológico é formado por lembranças, com fotografias na minha memória. Minha mente está sempre repleta de pensamentos circulando pela minha memoria, de vez em quando, eles esbarram por ai e eu me pego sorrindo e lembrando das coisas que ja fizemos. Às vezes, choro de saudades. Mas a saudade é muito mais que uma tristeza: ela é uma alegria de ter vivido.


keity Renata  9:58hrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário